Presidente da Câmara tentará acordo para votar MP dos Portos na semana que vem.

09-05-2013 21:54

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, fará mais uma tentativa de votar a Medida Provisória dos Portos, informou a Agência Câmara. Ele reunirá os líderes partidários nesta quinta-feira, quando vai tentar um acordo para votar a proposta na semana que vem.

Alves encerrou a sessão do plenário, nesta quarta, devido à impossibilidade de continuar os trabalhos depois das trocas de acusações entre líderes partidários sobre o processo de negociação da MP dos Portos. O líder do PR, deputado Anthony Garotinho (RJ), criticou duramente uma emenda aglutinativa assinada pelo líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha (RJ), e afirmou que a proposta atenderia a interesses econômicos. Alves lamentou a troca de acusações e disse que a sessão foi uma das mais constrangedoras que já presenciou na Câmara, destacando que a Casa não merece esse tipo de situação:

"Foi uma exposição de acusações implícitas, outras explícitas, de maneira a meu ver leviana e irresponsável, deixando muito mal esta Casa e a todos nós".

O líder do PT, deputado José Guimarães (CE), disse que o seu partido vai sugerir que o presidente convoque sessão extraordinária na segunda-feira à noite para votar a proposta.

"Nós perdemos nesta noite a oportunidade de darmos ao país aquilo que a estrutura portuária brasileira precisava: investimento; concessão para permitir o investimento privado, modernizar a estrutura portuária, torná-la competitiva. Criou-se uma celeuma a partir de uma fala, é muito lamentável o que aconteceu", afirmou Guimarães.

A MP dos Portos perde a validade na quinta-feira da semana que vem e ainda precisa ser votada na Câmara e no Senado.

Fonte: Agência Câmara / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

 

Voltar