PPP logística será apresentada hoje.

07-06-2011 20:40

Serão necessários R$ 3 bi para construir porto e aeroporto no Litoral Norte.

A proposta de interesse de uma Parceria Público-Privada (PPP) para a construção de um complexo logístico, formado por porto e aeroporto, nas proximidades de Goiana, no Litoral Norte, será apresentada hoje ao Comitê Gestor das PPPs do Governo do Estado. O orçamento inicial das empresas STR Engenharia e Promon, que ficarão responsáveis pelos estudos preliminares em caso de aprovação, é de R$ 3 bilhões. Outras duas manifestações podem ter sinal verde. Serão avaliadas as possibilidades de PPP para o Arco Metropolitano Rodoviário, avaliado em R$ 600 milhões, e para a Plataforma Logística de Salgueiro, estimada em R$ 1,8 bilhão.

Os parceiros privados procuraram o Estado em janeiro e um forte grupo chinês já estaria planejando erguer um estaleiro no que seria o terceiro porto pernambucano. O Governo diz que tudo não passou de sondagem, até porque o Complexo Industrial Portuário de Suape tem capacidade para receber mais seis ou sete indústrias de navios, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do terminal, Geraldo Júlio.

A ideia é de complementaridade entre os dois empreendimentos. “É preciso desconcentrar os investimentos, pois no médio a longo prazo não vai dar para pensar no desenvolvimento do Estado só por Suape”, pontuou. Nos últimos oito anos, enquanto o Litoral Sul cresceu 86%, o Norte chegou a 23%.

Se autorizado, o estudo que identificará os impactos econômicos, financeiros e ambientais do complexo no Litoral Norte deve durar três meses, mesmo período para o levantamento da Plataforma de Salgueiro, cujo interesse é do Grupo Libra. Para o Arco Metropolitano, o tempo é maior, cerca de seis meses, a cargo do Grupo Invepar. São 99 quilômetros que servirão de escoamento para o caótico trânsito da BR-101, que se transformou em uma via urbana.

“A obra será tão importante como foi o Rodoanel, em São Paulo, e o Arco do Rio de Janeiro. O Estado também vai fazer a licitação para um grande corredor de ônibus na BR-101. Estamos discutindo o assunto com o Tribunal de Contas para lançar o edital até o fim do mês”, adiantou o governador Eduardo Campos. A expectativa do gestor é que as propostas de interesse passem pelo Comitê das PPPs. “Nossa primeira impressão é que o Conselho vai aprovar os estudos, que são um olhar estratégico para a Mata Norte”, disse. Nenhum dos projetos ainda tem área definida.

De acordo com a Lei das PPPs, após os estudos de viabilidade, o governador definirá pela modalidade de PPP ou pela concessão dos empreendimentos. Vários pareceres de órgãos de controle serão elaborados, até a convocação de uma consulta pública, que fica aberta durante 30 dias. Depois disso, o Estado tem mais uma semana para publicar o edital de licitação. O Governo já desenvolve as PPPs da Arena da Copa, da unidade de ressocialização de Itaquitinga e do sistema viário do Paiva.

Fonte: Folha de Pernambuco / portosenavios.com.br - Adaptado pelo Site da Logística.
 

Voltar