Portos brasileiros movimentaram 904 milhões de toneladas em 2012.

28-02-2013 21:15

Os portos brasileiros (públicos e privados) movimentaram em 2012 um total de 904 milhões de toneladas de carga, informou nesta quinta-feira (28) a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Na comparação com 2011, quando foram transportadas 886 milhões de toneladas, o aumento foi de 2,03%.

Os números revelam desaceleração no crescimento da movimentação de carga nos portos do país. Entre 2010 e 2011, a alta havia sido de 6,25% - de 833,9 para 886 milhões de toneladas.

Essa desaceleração se deve à queda no comércio mundial, provocada pela crise internacional. Segundo a Antaq, se não fosse o crescimento na participação do milho – de 10 milhões em 2011 para 22 milhões de toneladas em 2012 -, a movimentação nos portos brasileiros ficaria praticamente estagnada.

De acordo com a Antaq, do total movimentado no ano passado 588 milhões de toneladas (65%) foram via portos privativos, os chamados TUPs. Os portos públicos movimentaram 316 milhões de toneladas de carga.

Essa liderança dos TUPs se deve ao fato de o minério de ferro e os combustíveis serem os produtos mais movimentados nos portos, tendo à frente a Vale (mineração) e a Petrobras, empresas que administram seus próprios portos.

O balanço divulgado pela agência aponta que o minério de ferro correspondeu a 36,71% de toda a carga movimentada no ano passado, o equivalente a 331,8 milhões de toneladas, alta de 1,25% em relação a 2011 (327,7 milhões de toneladas).

Segundo a Antaq, apesar de crescimento na movimentação de minério de ferro, ele foi menor que o verificado em anos anteriores. O motivo é a redução nas encomendas do produto feitas, principalmente, por China e Japão.

Já a movimentação de combustíveis somou 195 milhões de toneladas, 21,54% das 904 milhões de toneladas movimentadas 2012. Em 2011, a movimentação desse produto foi de 188,3 milhões de toneladas.

Fonte: G1 / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

 

Voltar