Porto do Rio será ampliado.

19-08-2011 14:05

 

Os terminais do porto do Rio de Janeiro - arrendados pelas empresas Libra Terminais, dos grupos Borges/Canoilas, e MultiTerminais, da Fink e Gávea - serão ampliados e o porto passará a ter o maior cais contínuo de contêineres do Brasil. As duas empresas investirão R$1,2 bilhão, em empreendimento conjunto, para ampliar suas capacidades de operação.

Os investimentos do projeto de expansão Multi-Rio e Multi-Car (MultiTerminais) totalizam R$ 492 milhões entre obras civis e equipamentos. No Tecar (terminal de veículos da Multi-Car) será construído um edifício-garagem, ampliando a área de 7 mil metros quadrados para 12 mil metros quadrados. Dessa forma, o Tecon (terminal de contêineres da Multi-Rio) ganhará uma área com capacidade para 1,5 milhão de TEUs.

Já o projeto da Libra Terminais será dividido em três fases, com investimento total de R$423,2 milhões em obras, somados a um investimento de cerca de R$340 milhões em equipamentos, tecnologia e instalações.

Se hoje são movimentados 9 milhões de toneladas/ano nos dois terminais cariocas, a expectativa é de que, com a expansão, até 2018, as operações alcancem um total de 25 milhões de toneladas/ano.

Novo terminal de granéis sólidos no Porto de Itaguaí - A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) vai lançar em breve o edital de licitação para arrendar à iniciativa privada uma área de 245,4 mil metros quadrados do porto de Itaguaí. O terreno, com saída para a Baía de Sepetiba, será um terminal público destinado à movimentação de granéis sólidos e é conhecido como "área do meio" por estar situado entre os terminais da Vale e da CSN.

Quem vencer a licitação para arrendamento da área por 25 anos, renovável por mais 25, terá de investir cerca de R$1,5 bilhão, segundo estimativas da CDRJ, já que o conceito do projeto é "greenfield", ou seja, o arrendatário será responsável pela superestrutura e pela infraestrutura. Vai ganhar, em contrapartida, o direito a explorar um terminal capaz de movimentar 25 milhões de toneladas de minério por ano – com potencial para atingir até 44 milhões.

O porto de Itaguaí tem quatro terminais atualmente, sendo dois de granéis sólidos, operados pela Vale e pela CSN e dois terminais de carga conteinerizada, operados pela Sepetiba Tecom e pela Vale Sul. Juntos, operam 55 milhões de toneladas por ano. Com este quinto terminal da "área do meio", o Porto de Itaguaí atingirá uma movimentação de 80 milhões de toneladas por ano.

Fonte: Portos e Navios / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

Voltar