Porto de Cabedelo registra crescimento de 38% em dois anos.

07-01-2013 20:53

Nos últimos dois anos, os negócios no Porto de Cabedelo cresceram 38%, um aumento na movimentação bem superior à média nacional. Em relação ao ano anterior, em 2011 o índice de crescimento foi de 28%, com 1.754.942 toneladas, e o custeio do porto teve redução de 9,5%, o equivalente a R$ 650 mil. No ano passado, a movimentação aumentou em 10%, atingindo 1.934.217 toneladas. A direção da Companhia Docas da Paraíba está consolidando os números em um relatório que será divulgado ainda este mês.

No ano passado, 59% das cargas que passaram pelo porto foram de granel sólido e 39% de granel líquido. Na área de exportações, em 2011 foram exportadas 131 mil toneladas e no ano passado, 172 mil toneladas de produtos, número bem superior do registrado em 2010, quando foram exportadas 58 mil toneladas.

Quanto às importações, o Porto de Cabedelo registrou aumento nos últimos dois anos porque a Paraíba e o Nordeste ainda dependem de muitos insumos para transformação. A movimentação de contêineres cresceu 8% em 2012, quando atracaram no porto 147 navios. As principais cargas que movimentam o porto são trigo, pet coke, malte, granito, clinker, contêineres e, agora, pás eólicas. Segundo a gerência operacional do porto, ainda há perspectiva de novas cargas.

A Companhia Docas da Paraíba tem como um dos focos neste ano de 2013 atrair um volume maior de cargas em cabotagem (que circulam dentro do país). Os setores do comércio e da indústria estão sendo convidados a utilizarem rotas marítimas.

Com relação às cargas internacionais (longo curso), o Porto de Cabedelo já precisa de um pátio de contêineres porque a movimentação está aumentando. “O Governo Federal, de fato e definitivamente, precisa olhar para a Paraíba este ano e começar a liberar as verbas e os projetos que o governador Ricardo Coutinho já protocolou no Ministério dos Portos”, avaliou o presidente da Companhia Docas, Wilbur Jácome.

Melhorias - Os projetos prevêem a instalação de um novo terminal de múltiplo uso com capacidade de armazenar 120 mil contêineres, além de um reforço do cais que deverá, no futuro, ter um canal de acesso com 13 metros de profundidade.

A gestão atual elaborou vários projetos e com recursos próprios da Companhia Docas, na ordem de R$ 3 milhões, estão sendo executadas pequenas obras de manutenção da infraestrutura portuária. A Docas foi criada há 14 anos e somente em 2012 se tornou superavitária e com recursos próprios cuidando de sua manutenção.

Haverá recuperação das instalações elétricas e hidráulicas. Duas balanças que pesam caminhões com 36 metros de comprimento estão sendo instaladas e vão quadriplicar a capacidade de fluxo de caminhões na entrada e saída no porto.

Porto Verde - A coleta seletiva de resíduos é uma ação que faz com que o porto interaja com a comunidade de Cabedelo por meio do projeto Porto Verde. Este ano, uma das ações será o plantio de mudas de plantas em todo o entorno da operação portuária. Também será inaugurada uma unidade de separação de resíduos.

O Porto de Cabedelo foi inaugurado em 23 de janeiro de 1935 e nesses 77 anos o Governo Federal não investiu em infraestrutura portuária. "Precisam resolver essa lacuna nos investimentos da área portuária na Paraíba", disse o presidente da Companhia Docas.

Fonte: PB Agora / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

 

Voltar