Maersk usará novo super porta-contêiner no Brasil.

10-10-2012 18:31

A dinamarquesa Maersk Line, maior armador de navios porta-contêineres do mundo, recebeu uma encomenda destinada aos tráfegos com o Brasil, informou a consultoria Alphaliner. A embarcação Maersk Londrina será empregada nas rotas da Costa Leste da América do Sul.

O navio integra a família batizada de Sammax, nova classe de porta-contêineres que indica o tamanho das embarcações: "Sam", de South America; e "Max", de "maximum". O Maersk Londrina integra um pedido de 16 unidades encomendadas pelo armador em junho de 2008 a um estaleiro do grupo Daewoo, na Coreia do Sul.

O Maersk Londrina teve a capacidade de transporte aumentada para 8.700 Teus (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés). Originalmente, a capacidade prevista era para 7.450 Teus. A nova embarcação tem 1.700 tomadas para contêineres refrigerados, a maior do mercado latino-americano.

A embarcação deverá ser empregada no serviço entre o Extremo Oriente e a Costa Leste da América do Sul, ainda nesta semana.

Fonte: Valor / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

 

Voltar