Log-In venderá ativos para Hidrovias do Brasil por R$ 683 milhões.

26-09-2016 09:05

Os ativos a serem vendidos são duas embarcações chamadas de “Log-In Tambaqui” e “Log-In Tucunaré” e os direitos e obrigações de um contrato comercial entre a Log-In e a Alunorte.

A Log-In, empresa de navegação e operação portuária, informou, na noite desta sexta-feira, que celebrou contrato para venda de ativos à Hidrovias do Brasil, pelo valor total de R$ 683,118 milhões.

Os ativos a serem vendidos são duas embarcações chamadas de “Log-In Tambaqui” e “Log-In Tucunaré” e os direitos e obrigações de um contrato comercial entre a Log-In e a Alunorte.

Sob os termos do acordo, a Hidrovias do Brasil pagará R$ 60 milhões à vista e R$ 140 milhões em 14 parcelas mensais, em forma de notas promissórias, a partir da data de fechamento da operação. Além disso, a Log-In transferirá para a Hidrovias certos contratos de financiamento firmados com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cujos recursos serão direcionados a investimentos em embarcações.

Reestruturação da dívida

A Log-In esclarece que a operação permitirá o devido planejamento financeiro do desenvolvimento dos seus negócios e o melhor gerenciamento de sua liquidez, viabilizando alternativas para suas obrigações de médio e longo prazo.

Apesar de ter conseguido reestruturar sua dívida, de R$ 1,7 bilhão, a Log-In continua sofrendo com forte restrição de liquidez. Recentemente os acionistas da empresa aprovaram uma emissão de debêntures de R$ 45 milhões, que permite ao investidor, além da compra do título, a aquisição de novas ações da companhia. Por trás desta emissão, está a oportunidade de que um interessado passe a ter o controle da empresa.

Fonte: Valor Econômico / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

 

Voltar