Investimento da União de R$ 20 bi por ano em logística é insuficiente.

10-10-2012 18:30

O investimento médio da União de R$ 20 bilhões por ano no setor de logística não é suficiente para superar o passivo da área acumulado desde a década de 70, segundo Bernardo Figueiredo, presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), vinculada ao Ministério do Transporte e recentemente criada para estimular o investimento no setor. Seriam necessários investimentos anuais de R$ 200 bilhões a R$ 400 bilhões para solucionar os gargalos logísticos no País, disse Figueiredo, em palestra durante o Exame Fórum de Infraestrutura.

"Para vencer o déficit em transporte tem que ser agressivo. Como o governo não consegue, tem que ser seletivo. Precisamos enxergar o investimento do ponto de vista de resultado e de articulação com outros investimentos", afirmou Figueiredo, citando como exemplo de projeto positivo a interligação de ferrovias a portos. "É preciso criar uma cadeia de eficiência", complementou.

Em sua palestra, o presidente da EPL criticou a qualidade do serviço prestado ao setor de infraestrutura. "Se não mudarmos o quadro em serviços, não adianta investir em infraestrutura", criticou Figueiredo, citando como exemplo a necessidade de redução da carga horária de circulação por caminhão, o que, em sua opinião, é uma exigência de qualidade na prestação do serviço, porém, com repercussões negativas sobre a produtividade.

Fonte: Agência Estado / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

 

Voltar