Gastos com infraestrutura vão evitar crise, diz Dilma.

21-09-2011 20:10

 

A presidente Dilma Rousseff afirmou ontem que o País aposta nos investimentos em infraestrutura como estratégia para evitar a contaminação da crise econômica internacional.

A presidente vem insistindo que o Brasil, na atual conjuntura econômica, não corre o risco de quebrar e ressaltou que os grandes investimentos são uma resposta às "tentativas passadas" de redução do ritmo de crescimento nas esteiras das crises externas.

Dilma participou em Belo Horizonte da cerimônia de anúncio de investimentos do PAC 2 Copa, que vai contemplar a mobilidade urbana - principalmente a ampliação do metrô - da capital mineira e cidades da região metropolitana com projetos da ordem de R$ 3 bilhões.

"Continuar investindo pesado em obras de infraestrutura é parte da nossa estratégia para garantir que o Brasil mantenha o desenvolvimento em ritmo acelerado", afirmou a presidente. "É uma maneira de dizer não à crise internacional, que afeta países da zona do euro e os Estados Unidos", disse. "É uma maneira de dizer não a todas aquelas tentativas passadas de sempre que havia crise nos levar para a redução do ritmo de crescimento", completou.

Dilma observou que do total anunciado, o montante de R$ 1 bilhão sairá do Orçamento da União. "É uma maneira de dizer um sonoro sim ao crescimento e à melhoria de vida das nossas cidades, das nossas populações urbanas", concluiu.

Na quinta-feira, em Brasília, a presidente disse confiar nas políticas fiscais e econômicas adotadas pelo governo para enfrentar a crise financeira.

Fonte: O Estado de S. Paulo / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

Voltar