Dilma prepara nova estatal para cuidar de portos e hidrovias, diz jornal.

04-04-2013 14:17

 

  • 3.abr.2013 - A presidente Dilma Rousseff cumprimenta o novo ministro dos Transportes, César Borges (PR) 

    A presidente Dilma Rousseff cumprimenta o novo ministro dos Transportes, César Borges (PR)

O governo pode anunciar ainda em 2013 a criação de mais uma estatal, com a função de cuidar dos portos fluviais, hidrovias e eclusas do país, segundo reportagem do jornal 'O Estado de S. Paulo' desta quinta-feira (4).

A "Hidrobrás" deverá ficar responsável por projetar, construir, operar, manter e restaurar a estrutura de navegação em rios.

Segundo o jornal, a estatal surge para dar modernizar a gestão de um setor que opera "muito abaixo de suas possibilidades e do potencial do país".

Caso seja criada, a "Hidrobrás" teria dupla vinculação, reportando-se tanto ao Ministério dos Transportes quanto à Secretaria de Portos da Presidência (SEP), responsável hoje pelos terminais marítimos.

Hoje, quem cuida do setor é o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável também pela imensa malha rodoviária do país. Com isso, segundo especialistas, os portos fluviais e hidrovias acabam ficando em segundo plano.

De acordo com a reportagem, o ex-ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, teria afirmado que o objetivo do governo é tirar a estatal do papel ainda este ano. Porém, a aprovação final irá depender do novo ministro dos Transportes, César Borges, que assumiu o cargo nesta quarta-feira (3).

A nova estatal, caso saia realmente do papel, será a quinta da presidente Dilma Rousseff em menos de três anos de governo - seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, também criou cinco, mas em oito anos.

Fonte: uol.com.br - Adaptado pelo Site da Logística.

 

 

 

Voltar