Déficit de infraestrutura no Brasil chega a R$ 400 bi, diz Bernardo Figueiredo.

10-10-2012 18:26

O diretor-presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo, afirmou nesta terça-feira que o déficit de investimentos em infraestrutura no país é de R$ 200 bilhões a R$ 400 bilhões.

Segundo ele, os grandes aportes no setor no Brasil foram feitos na década de 1970. Temos um passivo muito grande e a economia mudou, disse.

Figueiredo ressaltou que o Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) permitiu ao Ministério dos Transportes elevar o orçamento de R$ 1 bilhão em 2003 para quase R$ 20 bilhões neste ano, mas admitiu que os investimentos previstos no plano não serão suficientes para eliminar o déficit no setor de infraestrutura.

Para vencer um passivo dessa ordem, é preciso ser agressivo. Se você não consegue ser agressivo, é preciso ser seletivo, explicou Figueiredo, durante seminário no Rio de Janeiro.

O presidente da EPL destacou ainda a necessidade de participação privada no desenvolvimento de projetos de infraestrutura. Para ampliar o volume de investimentos, o Estado tem limitações para gerir os projetos e fazer os aportes.

Ele afirmou ainda que é preciso investir também no setor de serviços, para aumentar a produtividade no país. Se não mudarmos o quadro na área de serviços, não adianta falarmos em melhoria de infraestrutura. E aumentarmos a qualidade do serviço vai implicar aumento de custo, disse.

Fonte: Folha de S.Paulo / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.

 

Voltar