Antaq fixa metas para transporte aquaviário e gestão portuária até 2018.

21-09-2015 08:39

A Antaq (Agência Nacional de Transportes  Aquaviários) estabeleceu as prioridades e as estratégias voltadas para o  transporte aquaviário e para a gestão portuária até 2018. As metas  estão estabelecidas no PNLP 2015-2018 (Plano Nacional de Logística  Portuária), apresentado neste mês.

Entre elas, estão: modernizar a gestão das administrações portuárias;  aumentar a capacidade das instalações portuárias para atender à demanda  de carga; reduzir o tempo de espera para atracação das embarcações;  incentivar o uso da navegação de cabotagem; e promover a  sustentabilidade ambiental nos portos.

O PNLP é um instrumento de Estado de planejamento estratégico do  setor portuário nacional, que visa identificar vocações dos diversos  portos, conforme o conjunto de suas respectivas áreas de influência. Ele  define, assim, cenários de curto, médio e longo prazos, com  alternativas de intervenção na infraestrutura e nos sistemas de gestão.

Conforme a Antaq, entre 2010 e 2014, a movimentação de cargas nos  portos brasileiros cresceu 21,7%. No ano passado, atingiu a marca de 900  milhões de toneladas.

Fonte: Agência CNT de Notícias / Usuport - Adaptado pelo Site da Logística.


Voltar